Vereadores repudiam violência pós jogo de Aracruz e pedem a demissão de secretário da Prefeitura de Aracruz (28/03/2018)

Os vereadores presentes à 51ª sessão ordinária da Câmara de Aracruz, realizada na segunda-feira, 26/03, assinaram ofício em que pedem a exoneração do secretário de Suprimentos, Ivan Vicente Pestana. Ao justificar o requerimento, o presidente da Casa, Alcântaro Filho (Rede), disse que pela segunda vez o secretário foi desrespeitoso ao reagir com descaso e ironia ao pedido de esclarecimento feito por ele e pelo vereador Celson da Farmácia (PRB) sobre a viagem, paga pelo Executivo Municipal, de dois servidores a Foz do Iguaçu. Em outubro do ano passado o secretário já havia se indisposto com a Casa quando, durante sessão especial e ainda como secretário interino de Saúde, respondeu com sarcasmo ao questionamento feito pelo vereador Celson sobre a estrutura das unidades de Saúde do município. O fato resultou em sua exoneração da secretaria de Saúde.  “O secretário demonstra mais uma vez total descaso com essa Casa de Leis, total descaso pela figura do vereador, que é uma autoridade representativa eleita pela população”, disse Alcântaro.

 

Na sessão, por exemplo, Toni Loureiro (PP) denunciou as condições das vias que cortam Santa Rosa e comunidades vizinhas. Mônica Cordeiro (PDT) também fez queixa sobre a gestão do secretário. O vereador Lula (PRTB) denunciou que a falta de licitação tem emperrado serviços de poda de árvores, de troca de lâmpadas para iluminação pública e de falta de combustível para as ambulâncias do município. Segundo Alcântaro Filho, tais fatos justificam o ofício assinado pelos vereadores, pois “dos diversos problemas que a gestão encontra, o argumento para a maioria deles é o atraso nas licitações. Então, já está na hora do nosso prefeito refletir e acatar o pedido dessa Casa de Leis.”

 

Repúdio

Os episódios de violência ocorridos após o jogo entre os times do Esporte Clube Aracruz e do Rio Branco, de Cariacica, pela segunda divisão do campeonato capixaba de futebol, foi outro assunto que mereceu menção por parte dos vereadores. Alcântaro Filho, Marcelo Nena (PSL), Dileuza (PDT), Romildo Broetto (PV) e Paulo Flávio (PRTB) manifestaram repúdio e indignação com a agressão de membros da torcida do Rio Branco contra quatro torcedores do Aracruz. “Não foi uma agressão somente a essas quatro pessoas, isso foi uma agressão contra todo o povo de Aracruz, a todos aqueles que estão empenhados no esporte”, disse Alcântaro, que acrescentou: “quero aqui, na condição de vereador, na condição de torcedor do Aracruz, na condição de cidadão aracruzense, cobrar da Federação Capixaba de Futebol para que possa apurar esses fatos, que possa penalizar o Rio Branco para que isso sirva de exemplo e não ocorra mais nos estádios”.

 

Mulheres na política

Em sua fala final, Dileuza comemorou a decisão do Supremo Tribunal Federal (STF) em garantir a distribuição mínima de 30% dos recursos do fundo partidário para candidatas mulheres. “Mulheres que aqui se encontram, meninas que aqui se encontram, venham compor essa bancada, vamos ocupar os 30% que nos é destinado e vamos fortalecer as bandeiras das mulheres nesta cidade”, conclamou a vereadora.

 

REQUERIMENTOS

Alexandre Manhães (MDB) – requer emenda supressiva a projeto de lei de sua autoria que trata da vedação a distribuição, exposição e divulgação de material didático contendo orientações sobre a diversidade sexual nos estabelecimentos de ensino fundamental e de educação infantil da Rede Pública Municipal de Aracruz; requer que seja encaminhada ao gabinete deste vereador a relação dos fornecedores que atendem a Secretaria de Saúde e que estão sem o devido pagamento por parte da Secretaria.

Mônica Cordeiro – requer ao secretário de Habitação e Defesa Civil, no prazo máximo de 30 dias, preste informação a respeito das providências que faltam executadas, bem como seus responsáveis, para entrega das casas do Programa Minha Casa, Minha Vida em Barra do Riacho, da existência de previsão para a entrega das unidades habitacionais, a existência da lista de contemplados com unidades habitacionais selecionados pela Caixa Econômica Federal e, em caso afirmativo, apresentação de cópia e da quantidade de famílias contempladas para o recebimento das casas; requer ao secretário de Turismo e Cultura, no prazo máximo de 30 dias, preste informação sobre os valores arrecadados para o Fundo Municipal de Cultura nos exercícios 2017 e 2018, os valores depositados no Fundo Municipal de Cultura que foram gastos nesse mesmo período, fornecendo cópias das notas fiscais, dos contratos ou outros documentos comprobatórios do pagamento ou débito e a cópia das atas de reuniões do Conselho Municipal de Política Cultural ocorridas no mesmo período.

 

APRESENTAÇÃO EM PLENÁRIO                                                

Projeto de Lei nº 010/2018: Dispõe sobre a alteração de zoneamento urbanístico da localidade Centro no distrito Sede de Aracruz-ES. Autor: Poder Executivo Municipal.

 

VOTAÇÃO EM PRIMEIRO TURNO

Projeto de Lei nº 009/2018 Ementa: Institui, no calendário de comemorações oficiais do município de Aracruz/ES o dia dos profissionais de enfermagem. Autor: Alexandre Ferreira Manhães.

 

VOTAÇÃO EM SEGUNDO TURNO

Projeto de Lei nº 003/2018: Autoriza repasse de valores para Associação de Moradores de Guaraná. Autor: Poder Executivo Municipal.

Projeto de Lei nº 004/2018: Autoriza repasse de valores para JASCOM - Jovens Amigos a Serviço da Comunidade- Jacupemba. Autor: Poder Executivo Municipal.

Projeto de Lei nº 005/2018: Autoriza repasse de valores para AMOCA - Associação de Moradores de Córrego Alegre. Autor: Poder Executivo Municipal.

 

Informações à imprensa:

Jornalista responsável: Isaac Ribeiro

Texto: Manuela Santos Neves

Contato 27 3256- 9489 | 9 9946-6918

E-mail: camaradearacruz@gmail.com

Facebook: https://www.facebook.com/camaraaracruz